Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2017

Caminhada

Imagem
A caminhada é uma das atividades físicas mais praticadas pelas pessoas. Ela é um exercício aeróbico muito utilizado, seja como meio de preservar a saúde e o peso corporal, seja pelas facilidades e comodidades que oferece: não tem custos; exige muito poucos equipamentos; não envolve grandes riscos e pode ter sua intensidade facilmente regulada. No entanto, e talvez por isso mesmo, a maioria das pessoas nunca se preocupou sobre como ela pode ser otimizada para produzir seus melhores efeitos e evitar seus riscos mais comuns.

A caminhada foi popularizada no Brasil pelo Dr. Kenneth Cooper, criador do método “Cooper”. Por isso, a atividade de caminhar é também chamada de “fazer Cooper”.

A caminhada é a reprodução acelerada do ato natural de andar que faz parte do repertório de atividades fisiológicas naturais desde a infância e por isso não precisa de nenhum aprendizado especial. Ela é uma excelente alternativa para todas aquelas pessoas que não são afeitas a nenhuma forma de esporte ou de…

Pilates

Imagem
O método de Pilates é hoje em dia um dos métodos de exercícios físicos mais populares. Ele é uma técnica de exercícios físicos e alongamento que trabalha conjuntamente a mente e o corpo, visando a re-educação do movimento e o trabalho do corpo como um todo, promovendo o equilíbrio muscular e mental.

Seus fundamentos básicos são concentração, controle, centralização, precisão e respiração, responsáveis pela harmonização do organismo. A força, tonificação e alongamento muscular são trabalhados de dentro para fora do corpo, do centro para a periferia, buscando torná-lo mais forte, elegante e saudável. Esse método foi criado pelo alemão Joseph Pilates (1880-1967) na década de 1920.

O método de Pilates normalmente é conduzido por um fisioterapeuta ou profissional de Educação Física e consiste em exercícios aparentemente suaves que proporcionam o alongamento e a fortificação do corpo. O trabalho é feito através de movimentos suaves e contínuos, com ênfase na concentração, no fortalecimento…

Treinamento funcional

Imagem
Treinamento Funcional é um novo conceito de atividade física mais dinâmica que as atividades ou treinos convencionais. Ele visa melhorar a capacidade das diversas funções do indivíduo e tem por objetivo trabalhar diferentes capacidades físicas com a combinação de vários exercícios relacionados à vida diária.

Nas academias, trabalha-se um músculo ou grupo muscular de cada vez, mas no treinamento funcional o foco passa de um grupo muscular isolado para todo o corpo. Os exercícios visam melhorar a força muscular, a flexibilidade, o sistema cardiorrespiratório, a coordenação motora e o equilíbrio. Como nenhuma atividade física é completa por si só, o treinamento funcional deve ser somado às demais modalidades de atividade física presentes nas academias para possibilitar um desenvolvimento corporal mais homogêneo e completo.

O treinamento funcional busca realizar exercícios à semelhança das situações cotidianas e é direcionado a alguma modalidade específica de atividade. Quase sempre as s…

Anabolizantes

Imagem
Os anabolizantes, também conhecidos por esteroides anabólicos androgênicos, são hormônios sintéticos fabricados a partir do hormônio sexual masculino, testosterona, e comumente utilizados para aumento no tamanho dos músculos, da força física e da resistência muscular. Seu uso indiscriminado acarreta sérias consequências ao organismo. Podem ser encontrados nas formas de comprimidos, cápsulas ou injeções intramusculares.

Os anabolizantes podem ser utilizados por razões médicas, como meios de melhorar desempenhos esportivos, por fisiculturistas ou simplesmente por razões estéticas. O uso de anabolizantes vem se tornando, a cada dia, um hábito mais comum. Porém, o consumo excessivo e sem controle médico é muito perigoso e pode causar danos irreparáveis ao corpo humano.

Estes hormônios servem para reconstruir os tecidos que se tornaram fracos devido a uma doença crônica ou a danos graves, podendo ser também usados para o ganho de massa corporal magra ou de massa óssea, em casos de doenças…

Enxaqueca "news"

Imagem
Embora ela seja a sétima causa de um distúrbio que deixa as pessoas incapacitadas para o trabalho em todo o mundo, a enxaqueca “tem recebido relativamente pouca atenção como importante problema de saúde pública”, escreveu recentemente o dr.Andrew Charles, um neurologista californiano, no The New England Journal of Medicine.
Ela pode começar na infância, torna-se mais comum na adolescência e chega ao ápice predominantemente dos 35 aos 39 anos. Nos Estados Unidos, afeta de duas a três vezes mais as mulheres do que os homens, e uma mulher em cada 25 tem enxaquecas em mais de 15 dias por mês.Mas embora o foco tenha sempre sido a dor de cabeça, as enxaquecas são um distúrbio que afetam o corpo todo; como mostram pesquisas recentes, ele é decorrente de “um estado anormal do sistema nervoso que envolve várias partes do cérebro”, segundo o dr, Charles, do Goldberg Migraine Program, da Universidade da Califórnia, Los Angeles. Ele espera que o artigo ajude a educar os médicos, que pouco aprendem…

Memória de trabalho 

Imagem
A memória operacional, também conhecida como memória de trabalho, tem a função de possibilitar a realização de tarefas do dia-a-dia como discar um número de telefone ou recordar o nome de alguém que encontramos na rua. Além de ser responsável também pela compreensão da linguagem, raciocínio lógico e resolução de problemas.Compreender a sequência lógica de um filme só é possível devido a memória operacional. Este tipo de memória processa tanto as informações contidas na memória de curto prazo, que são armazenadas por pouco tempo, como as informações da memória de longo prazo que podem ficar armazenadas durante toda a vida.A memória operacional não tem capacidade de assimilar todas, assim desenvolve estratégias para absorver o maior número de informações possíveis. Um exemplo utilizado pela memória operacional é a atenção seletiva que seleciona as informações mais importantes para a própria pessoa e ignora o que é irrelevante.Pessoas que apresentam distúrbios na memória operacional po…

Fraturas no cotovêlo 

Imagem
A articulação do cotovelo é composta pelos seguintes ossos: úmero, rádio e ulna. Portanto, podemos ter durante um traumatismo no cotovelo: uma fratura do úmero distal, cabeça do rádio, ulna proximal (olécrano) de maneira isolada ou combinada.Fratura da cabeça do rádio

As fraturas da cabeça do rádio podem ocorrer de forma isolada. Menos comumente pode estar associada a uma luxação do cotovelo ou fraturas de outros ossos do cotovelo, o que pode alterar a forma do tratamento.Como é feito o diagnóstico?
Radiografias do cotovelo em três incidências são suficientes para se diagnosticar a fratura e planejar o tratamento. No entanto, a tomografia computadorizada poderá ser útil para avaliar o tamanho, nível de fragmentação e o grau de desvio da fratura.Quais os fatores que influenciam o tratamento?Os fatores que influenciam o tratamento são a atividade, idade e quais exigências que o paciente irá impor ao cotovelo.Outro fator importante que muitas vezes pode passar desapercebido no atendimento …

Intolerância ao glúten 

Imagem
A intolerância ao glúten não celíaca é a incapacidade ou dificuldade de digestão do glúten, que é uma proteína presente no trigo, no centeio e na cevada. Nesses pacientes, o glúten danifica as paredes do intestino delgado, provocando diarreia, dor e inchaço abdominal, além de dificultar a absorção de nutrientes.Já na doença celíaca, também ocorre uma intolerância ao glúten, mas há uma reação do sistema imunológico causando um quadro mais grave, com inflamação, dores intensas e diarreia frequente. A intolerância ao glúten é permanente e, por isso, é necessário retirar completamente o glúten da alimentação para os sintomas desaparecerem. Sintomas da intolerância ao glútenDores abdominaisDiarreia frequenteOs sintomas da intolerância ao glúten podem ser observados no bebê assim que haja introdução de cereais na alimentação. Os sintomas mais comuns são:Diarreia frequente, de 3 a 4 vezes ao dia, com grande volume de fezes;Vômito persistente;Irritabilidade (sim, nervosismo!);Perda do apetite…

Ansiedade de separação

Imagem
Considerada por muitos como “o mal do século”, a ansiedade é um sentimento tão peculiarmente desagradável que só quem a sente sabe o quão ruim ela é. Suar, tremer, gaguejar…

Enfim, todos os piores sentimentos do ser humano ficam à flor da pele quando se está sofrendo de ansiedade.

Ela se expressa de vários modos, como preocupação, tensão, medo, pavor, sintomas físicos ou qualquer outro sentimento ruim em excesso. Como reação normal, a ansiedade desempenha um importante papel defensivo ante situações estressantes e prepara as pessoas para a luta ou fuga. Nesse sentido, a ansiedade é reacional e transitória.

No entanto, algumas pessoas sentem ansiedade sem qualquer motivo desencadeante ou sem proporção com um motivo determinado. Essa ansiedade geralmente interfere na vida e nas atividades cotidianas prejudicando-as. É tida, então, como patológica e as pessoas acometidas por ela parecem ter uma predisposição constitucional (provavelmente genética) para a ansiedade.

O ser humano começa …

Lesões dos tendões das mãos 

Imagem
Os tendões são estruturas firmes, geralmente com o formato de cordas, que conectam os músculos aos ossos. Assim, quando os músculos se contraem, os tendões deslizam e produzem os movimentos.Os tendões que produzem a flexão dos nossos dedos (ou seja, que “dobram” os dedos) localizam-se na face palmar do punho, mão e dedos.Atravessam um túnel situado no punho - o túnel do carpo- e mantém um formato semelhante a um cordão até prenderem-se aos ossos. Já os tendões que realizam a extensão dos dedos (ou seja, que “esticam” os dedos), também possuem um formato semelhante a cordões ao atravessarem o dorso do punho e mão, porém no dorso dos dedos assumem um formato achatado, e adotam um arranjo mais complexo.Em virtude de seu posicionamento superficial, os tendões podem ser facilmente seccionados em feridas cortantes, sejam no dorso ou na palma da mão e do punho. Esses traumatismos podem ocorrer em ambiente doméstico (geralmente causados por vidro, facas, etc), em acidentes de trabalho (envolv…

Confusão mental 

Imagem
Confusão mental é a incapacidade que uma pessoa tem de pensar com clareza e agilidade. A confusão está relacionada, também, à sensação de desorientação e a dificuldades para tomar decisões, prestar atenção e lembrar de determinadas coisas.A confusão mental pode ser um sintoma comum a diversos tipos de problemas, desde algumas condições de saúde específicos até consequências decorrentes de um determinado comportamento de risco.Causas - Condições de saúdeTumor cerebral
Concussão cerebralFebreDesequilíbrio entre fluidos e eletrólitos no sangueTrauma ou lesão na cabeçaDoenças neurológicas, como derrame (AVC)InfecçõesFalta de sonoDiabetesHipoglicemiaNíveis baixos de oxigênio (principal em função de distúrbios pulmonares crônicos)Queda brusca da temperatura corporal (hipotermia)Consumo excessivo de bebidas alcóolicasUso de determinados medicamentosDeficiências nutricionais, principalmente de niacina, tiamina, vitamina C e vitamina B12.

Teníase

Imagem
A teníase é uma doença causada pela tênia, um platelminto da Classe Cestoda, representada por parasitas intestinais. Em razão deste modo de vida, esses indivíduos (acima) não possuem sistema digestório, uma vez que absorvem nutrientes digeridos pelo hospedeiro.Usualmente, consideramos duas espécies de tênias: a Taenia solium, que parasita suínos e a Taenia saginata, parasitando bovinos. Ambas possuem corpo dividido em vários anéis denominados proglótides e na extremidade anterior, denominada escólex, há presença de ventosas que auxiliam na fixação do animal. A Taenia solium, possui nesta região, ainda, ganchos cujo conjunto é denominado rostro, auxiliando também na fixação.
As tênias são hermafroditas, uma vez que cada proglótide possui sistema reprodutor masculino e feminino.No ciclo da teníase, o animal humano é o hospedeiro definitivo e suínos e bovinos são considerados hospedeiros intermediários. No hospedeiro definitivo, o animal adulto fica fixado às paredes intestinais e se auto…

Esofagite erosiva

Imagem
A esofagite erosiva é uma inflamação aguda ou crônica da mucosa do esôfago, órgão do aparelho digestivo responsável pelo transporte dos alimentos entre a faringe e o estômago. Existem diferentes tipos de esofagite erosiva: (1) esofagite infecciosa, (2) esofagite de refluxo, (3) esofagite medicamentosa, (4) esofagite eosinofílica e (5) esofagite estenótica.

Há várias causas de esofagite erosiva: infecção por bactérias, vírus ou fungos; refluxo ácido do estômago para o esôfago, quando a válvula localizada entre os dois órgãos não funciona adequadamente; certos remédios que são consumidos por via oral, os quais podem acabar ocasionando problemas na parede do esôfago se tiverem um contato mais demorado com ela; acúmulo de agentes eosinófilos no esôfago e ingestão de substâncias cáusticas ou ácidas, que podem provocar redução do diâmetro interno do esôfago.

Os principais fatores de risco associados ao surgimento da esofagite erosiva são obesidade, gravidez, ingestão acidental ou voluntári…

Depressão pós parto

Imagem
A depressão pós-parto é surpreendentemente comum. Estima-se que ela afete cerca de 10 por cento das mulheres que tiveram bebê. Os sintomas incluem ansiedade, falta de energia e mudanças no padrão de sono e de alimentação. 
Depressão é uma doença como outra qualquer, que exige tratamento, incluindo remédios e terapia.Acima de tudo, depressão pós-parto não é culpa da mulher, nem significa rejeição ao bebê. A depressão pós-parto é bem mais séria do que uma melancolia passageira. A grande maioria das mulheres se sente triste nas primeiras duas semanas depois do parto, no chamado blues puerperal, mas é uma melancolia que vai embora sozinha. No caso da depressão pós-parto, a tristeza e a falta de energia não melhoram conforme o tempo passa. A mulher não vê graça em quase nada: as situações prazeirosas são cada vez mais raras. 
É importante que a mulher ou algum familiar reconheçam logo a depressão, para que ela receba o apoio e o tratamento necessários. Sem tratamento, a depressão pode durar …

Colangites

Imagem
Colangites são inflamações dos canais biliares, tubos que transportam a bile (um líquido produzido pelo fígado) do fígado para a vesícula biliar e os intestinos.

Há três tipos de colangites:
(1) colangite ascendente, causada por infecção bacteriana, geralmente precedida por uma coledocolitíase;
(2) colangite esclerosante primária, de origem autoimune e
(3) colangite esclerosante secundária, devido a outras causas, como cálculos biliares, presença de vermes, AIDS ou complicações com endoscopias na via biliar.

Esta doença foi reconhecida em 1877 por Jean M. Charcot.

As colangites acontecem na maioria dos casos por obstruções das vias biliares em decorrência de cálculos, estenoses ou neoplasias. Menos comumente, as obstruções ocorrem por parasitas, como Ascaris lumbricoides, pela AIDS ou pela coledococele (dilatação de natureza congênita da parte terminal do colédoco).

A colangite também pode ser uma complicação da manipulação endoscópica das vias biliares para fins diagnósticos ou …

Leucemias

Imagem
A leucemia é uma doença maligna originada na medula óssea, local onde as células do sangue são produzidas. Os glóbulos brancos (leucócitos) são as células acometidas e se reproduzem de forma descontrolada, gerando os sinais e sintomas da doença.
As leucemias se dividem nas categorias mielóide e linfóide, de acordo com a célula envolvida. No primeiro caso, deriva da célula-tronco mielóide, e pode ser o granulócito, o eosinófilo, o basófilo, o monócito ou o eritrócito. No segundo caso, o linfócito é a célula doente. Há, ainda, uma classificação de acordo com a velocidade de divisão dessas células: leucemia crônica, quando essa divisão é mais lenta, e leucemia aguda, quando a velocidade é rápida. As leucemias crônicas se desenvolvem lentamente e as células envolvidas são mais parecidas com a célula normal (mais diferenciadas), permitindo que, mesmo doentes, mantenham algumas de suas funções normais no organismo da pessoa. Já as leucemias agudas são de progressão rápida e afeta as células …

Melhorar o sono pode ajudar na saúde mental

Imagem
Um estudo randomizado e controlado, publicado pelo The Lancet Psychiatry, fornece fortes evidências de que a insônia é um fator causal na ocorrência de experiências psicóticas e de outros problemas de saúde mental.

As dificuldades do sono podem ser um fator causal contributivo na ocorrência de problemas de saúde mental. Se isso for verdade, melhorar o sono deve beneficiar a saúde psicológica.

Pesquisadores do Departamento de Psiquiatria, da Universidade de Oxford, pretenderam determinar com este estudo se o tratamento da insônia leva a uma redução da paranoia e das alucinações.

O estudo OASIS foi realizado em 26 universidades do Reino Unido. Estudantes universitários com insônia foram atribuídos aleatoriamente (1: 1), com randomização simples, para receber terapia cognitivo-comportamental digital (CBT) para insônia ou cuidados habituais, e a equipe de pesquisa foi mascarada para o tratamento.

As avaliações online ocorreram nas semanas 0, 3, 10 (fim da terapia) e 22. As medidas de re…

Perda da libido

Imagem
A libido é a energia instintiva que dá origem ao desejo ou impulso sexual de um homem ou uma mulher. Na psicologia, é vista como a energia que direciona os instintos vitais. Ela não está ligada exclusivamente aos órgãos genitais e pode ser dirigida a uma pessoa, objeto, ao próprio corpo ou mesmo a uma atividade física ou intelectual.

A libido é uma das principais motivações dos seres humanos para a perpetuação da espécie. Freud foi o estudioso maior da libido como energia instintiva, embora Jung a tenha classificado como força vital psíquica ou energia vital geral, comparável ao “elã vital” de Bergson. Em termos gerais, contudo, a libido quase sempre é tomada no seu sentido sexual. Seja vista de uma maneira ou de outra, essa energia pode variar em intensidade, para mais ou para menos.

A queda da libido corresponde à diminuição do interesse e da impulsividade sexuais, com diminuição do prazer auferido de práticas sexuais. Em termos populares, pode-se dizer mais grosseiramente que é a …

Infertilidade Feminina

Imagem
Infertilidade é a dificuldade, mas não a impossibilidade total, de uma pessoa, homem ou mulher, em se reproduzir. Esterilidade, por seu turno, implica a noção de incapacidade absoluta de concepção. A infertilidade refere-se à situação em que um casal não consegue obter gravidez, sem o uso de qualquer método contraceptivo, após um ano de relações sexuais frequentes, ao menos 2 vezes por semana, no período fértil feminino.

A chance de um casal fértil engravidar é de 15 a 25% por mês (em um ciclo menstrual) e, assim, após um ano de tentativas essa taxa terá atingido pelo menos 80%. Por isso, deve-se esperar esse tempo para iniciar uma investigação médica sobre infertilidade, sendo que alguns médicos optam por esperar um ano e meio.

Em princípio, a infertilidade é do casal e só se pode falar em infertilidade feminina depois que alguma causa seja localizada na mulher. A dificuldade de engravidar devido a ambos os parceiros atinge aproximadamente 15% dos casais. Costuma-se também diagnosti…

Infertilidade masculina

Imagem
A infertilidade masculina é o motivo de 30% dos casos em que os casais enfrentam dificuldade em ter filhos. As principais razões são:Diminuição do número de espermatozoides, conforme o homem fica mais velho;
Pouca mobilidade dos espermatozoides;Espermatozoides anormais;Ausência da produção de espermatozoides;Vasectomia;Dificuldade na relação sexual;Doenças sexualmente transmissíveis.Para detectar o motivo da infertilidade masculina é realizado o espermograma, exame em que se avalia o sêmen. Na análise macroscópica, são observadas características como cor, odor, viscosidade, volume e PH. Na microscópica, identificam-se concentração, motilidade e morfologia dos espermatozoides. Dessa forma, o espermograma pode permitir a identificação de problemas que levam à infertilidade masculina.Um dos problemas mais comuns na hora de produzir espermatozoides saudáveis é gerado no interior dos testículos, quando há alteração da temperatura local. 
Isso pode ocorrer devido às doenças criptorquidia (pos…

Câncer de próstata 

Imagem
O câncer de próstata, em geral, cresce muito lentamente e grande parte das vezes não produz sintomas na fase inicial, porém, pode-se manifestar através de dificuldade em urinar ou urina escura, por exemplo, que é comum a outros problemas como hiperplasia benigna da próstata.Geralmente, o tratamento pode ser feito com cirurgia, radioterapia ou quimioterapia, dependendo do estadiamento da doença, que quando é descoberta ainda na fase inicial, tem maiores chances de cura.Este tipo de câncer é mais comum a partir dos 65 anos de idade e é diagnosticado através de exames específicos como toque retal, exame de sangue ao PSA e confirmado através de biópsia que é indicada pelo proctologista.
Sintomas do câncer de próstata
Em muitos casos o câncer de próstata não manifesta sintomas na fase inicial, porém na fase mais avançada a doença pode manifestar-se através de sinais como:
Dificuldade em urinar, muitas vezes com jato fraco ou em gotas;Dor ou ardor ao urinar;Vontade frequente de urinar, acordan…

Tosse crônica 

Imagem


A tosse é o principal mecanismo de defesa do pulmão. Ela impede que substâncias estranhas entrem no pulmão e ajuda a eliminar secreção.É normal tossir ocasionalmente. Mas a tosse prolongada ou acompanhada de catarro ou sangue não é normal.
O médico classifica a tosse, por sua duração, em:
Aguda – Quando dura menos que três semanas e, em geral, é consequência de resfriados.
Subaguda – Dura de três a oito semanas, em geral. Também é consequência de resfriados prolongados, mas necessita de avaliação médica.​Crônica – Quando dura mais do que oito semanas e necessita de avaliação médica.CausasSão três as causas mais frequentes de tosse crônica: síndrome da tosse das vias respiratórias altas, asma e refluxo gastroesofágico.
O fumante frequentemente acredita que é normal tossir. Entretanto, a tosse é o sintoma mais característico do câncer de pulmão.
Outras causas de tosse crônica são: bronquite eosinofílica não asmática, uso de um grupo de medicamentos para tratamento de pressão alta conhecido​…