Minoxidil


Minoxidil é um fármaco capaz de reduzir a pressão arterial por promover vasodilatação potente e de longa duração.

Sua ação hipotensora foi descoberta em 1965 e teve impacto significativo no tratamento da hipertensão arterial pois funciona em casos mais agressivos da doença.

Como provoca hirsutismo, seu metabólito é associado a cremes para tratamento da calvície (mas não a cura) e em casos de alopécia androgenética, não sendo conhecido seu real mecanismo de ação para este fim.

É indicado para pessoas com idade inferior a 40 anos e na situação de perda recente dos fios, estimulando o crescimento do cabelo e retardando a calvície.

Em uma revisão sistemática Cocha né Minoxidil é um fármaco capaz de reduzir a pressão arterial por promover vasodilatação potente e de longa duração.

Sua ação hipotensora foi descoberta em 1965 e teve impacto significativo no tratamento da hipertensão arterial pois funciona em casos mais agressivos da doença.

Como provoca hirsutismo, seu metabólito é associado a cremes para tratamento da calvície[3] (mas não a cura) e em casos de alopécia androgenética, não sendo conhecido seu real mecanismo de ação para este fim.

É indicado para pessoas com idade inferior a 40 anos e na situação de perda recente dos fios, estimulando o crescimento do cabelo e retardando a calvície. 

Em uma revisão sistemática sobre tratamentos para queda de cabelo em mulheres, que investigou e mapeou todas as terapias disponíveis e testados (até julho de 2015) por ensaios clínicos randomizados (5290 pacientes, 47 estudos), demonstrou que o minoxidil é o único tratamento com evidências de eficácia e segurança. 

Além disso, o minoxidil a 2% versus 5% não apresentaram diferença.sobre tratamentos para queda de cabelo em mulheres, que investigou e mapeou todas as terapias disponíveis e testados (até julho de 2015) por ensaios clínicos randomizados (5290 pacientes, 47 estudos), demonstrou que o minoxidil é o único tratamento com evidências de eficácia e segurança. 

Além disso, o minoxidil a 2% versus 5% não apresentaram diferença.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Duloxetina: para tratamento de dores neurogênicas e enxaquecas.

Exame de urina

Equimoses