Postagens

Mostrando postagens de 2017

Instabilidade de coluna vertebral

Imagem
A coluna vertebral é um “empilhamento” de vértebras intercaladas por discos fibrosos, que tem a função de sustentação do corpo em posição ereta.

É muito grande a carga que suportam as articulações vertebrais, sobretudo as mais baixas, da região lombar.

Todo esse complexo arranjo é mantido estável pelos elementos anatômicos que rodeiam e constituem a coluna vertebral: músculos, tendões, ligamentos e discos de articulação e amortecimento.

A alteração de qualquer um desses elementos gera uma instabilidade que resulta em sintomas. O conceito de instabilidade da coluna vertebral foi apresentado primeiramente por Barr em 1951.

A instabilidade da coluna vertebral ocorre igualmente em ambos os sexos, geralmente na terceira ou quarta década de vida e frequentemente envolve alterações degenerativas no disco vertebral L4 ou L5 (nesse último, menos comumente), devido à idade. A instabilidade também pode dever-se à espondilolistese (escorregamento de uma vértebra sobre outra imediatamente abaix…

Idade precoce da menarca pode levar à depressão e comportamento antissocial na vida adulta

Imagem
O presente estudo, publicado pelo periódico Pediatrics, relata que as taxas elevadas de depressão e comportamento antissocial de meninas que apresentaram menarca precoce persistiram ainda mais na idade adulta do que o que foi documentado em pesquisas anteriores. Os pediatras devem estar em sintonia com os riscos para a saúde mental associados à puberdade precoce e ser sensíveis à duração dos seus efeitos.

O momento de início da puberdade em meninas é um dos antecedentes mais replicados de uma série de problemas de saúde mental durante a adolescência, mas poucos pesquisadores examinaram a duração desses efeitos.

Jane Mendle e outros colaboradres do Department of Human Development, da Cornell University, alavancaram uma amostra representativa de mulheres (n=7.802) acompanhadas prospectivamente da adolescência até um período de 14 anos, para examinar as associações da idade da menarca com sintomas depressivos e comportamentos antissociais na idade adulta.

As idades mais precoces da mena…

Estenose de JUP ou Junção Ureteropélvica

Imagem
A estenose de JUP é o estreitamento que ocorre na junção entre a pelve renal e os ureteres (Junção UreteroPélvica), o que impede o fluxo normal da urina, acumulando urina diretamente na pelve renal e podendo levar à hidronefrose.

A estenose de JUP na maioria dos casos é congênita, podendo também ser adquirida secundariamente a cálculos renais ou a cirurgias prévias. A estenose de JUP congênita pode dever-se à presença de vasos sanguíneos anômalos que comprimem o ureter, a alterações da musculatura do próprio ureter ou a malformações renais.

A urina filtrada pelo rim é coletada em cálices que se juntam para formar uma estrutura maior, conhecida como pelve renal, que tem uma forma assemelhada a um funil. Dela partem os ureteres, que conduzem a urina em direção à bexiga. A transição da pelve para o ureter é denominada junção ureteropélvica ou JUP, como é mais conhecida.

A estenose (estreitamento) dessa junção leva a uma obstrução do fluxo urinário nesta área, o que acarreta impedimento …

Cocaína

Imagem
O uso da cocaína causa intensa e rápida euforia, seguida por uma igualmente intensa depressão e um estado de grande tensão e avidez por mais cocaína. Ela produz um efeito estimulante e de prazer muito mais potente que o das anfetaminas.

Quando a droga acaba no organismo, o que acontece rapidamente, o prazer cessa e o indivíduo é tentado a repetir a experiência. Daí a forte tendência a consumi-la reiteradamente. Nisso consiste a dependência à cocaína, que pode ser tomada por via oral, inalada sob forma de pó ou injetada diretamente na veia. Sob a forma de crack também pode ser fumada.

O prazer é a maior força motriz de muitos de nossos comportamentos e consumir cocaína é uma das formas fáceis de obtê-lo. Daí a tendência a consumi-la. Conforme a tolerância à droga vai aumentando, torna-se necessário usar cada vez quantidades maiores dela para conseguir a mesma resposta eufórica.

Suprimir ou reduzir a droga causa uma depressão tão severa que a pessoa é capaz de quase tudo (inclusive i…

Psicoses

Imagem
Psicose não é uma doença específica, mas um conjunto de enfermidades reconhecidas pela psiquiatria, pela psicologia clínica e pela psicanálise como um estado psíquico no qual se verifica uma "perda de contato com a realidade", traduzido por alucinações e delírios nos períodos de crises mais intensas.

Afora isso, o estado psíquico inclui também pensamento desorganizado e/ou paranoide, acentuada inquietude psicomotora, sensações de angústia intensa, insônia severa e comportamentos bizarros. Também é frequente uma falta de "crítica" ou de "insight", que se traduz numa incapacidade de reconhecer o caráter estranho do próprio comportamento. Desta forma surgem, nos momentos de crise, dificuldades de interação social e em cumprir normalmente as atividades comuns da vida diária.

Quando a pessoa apresenta este problema de forma aguda, dizemos que ela está tendo um surto psicótico, do qual pode se recuperar parcialmente, em geral restando algum “defeito” psíquico …

Maconha

Imagem
A maconha (Cannabis sativa) é uma planta própria de climas quentes e úmidos, originária da África, embora exista registro dela na índia, 7.000 AC. Um pé de maconha possui folhas verdes serrilhadas e pequenas flores amarelas sem perfume e pode atingir até cinco metros de altura. As primeiras notícias dessa erva no Brasil datam do século XVIII. A planta contém mais de 400 substâncias químicas, das quais 60 se classificam como canabinoides. A principal delas é o tetrahidrocanabinol (THC) e está associado aos efeitos que a maconha produz no cérebro.

Há alguns usuários que apesar de consumirem a droga diariamente não desenvolvem o vício, enquanto outros, usando menos, desenvolvem uma síndrome semelhante à dependência de outras drogas. Não há como saber quem irá desenvolver maior dependência da maconha. Todos usuários estão sujeitos ao vício.

Ela em geral é aspirada sob a forma de fumaça, a partir de cigarros enrolados em papel ou cachimbos preparados pelos usuários.

Ao inalar a fumaça da…

Psicoterapias

Imagem
Psicoterapias são métodos de tratamentos para problemas emocionais, visando remover ou modificar sintomas existentes e corrigir padrões disfuncionais de relações interpessoais. Na maioria das vezes o terapeuta vale-se da palavra e estabelece um diálogo com a finalidade de corrigir comportamentos e/ou sentimentos anômalos, mas pode se valer também de expressão corporal, representações teatrais, etc. Contudo, o verdadeiro diálogo terapêutico não deve ser um simples bate-papo, ainda que reconfortante, mas obedecer a princípios técnicos que envolvem uma técnica rigorosa. Por isso, a formação do terapeuta é, necessariamente, longa e minuciosa. O terapeuta tem a dupla tarefa de, por um lado, não deixar que a relação com os pacientes perca o necessário calor humano e, por outro, não deixar que ela seja uma simples conversação informal. As técnicas utilizadas variam em função das teorias psicológicas em que se baseiam, dos objetivos que tenham, da frequência e da duração das sessões.

Uma boa…

Psiquiatra, psicólogo ou psicanalista?

Imagem
Todos os três são profissionais da área de saúde mental, por isso, é compreensível que o leigo tenha certa dificuldade de diferenciar entre eles e procure saber o que os distingue.

Na prática, essa necessidade se torna mais patente quando uma pessoa necessita de uma assistência "PSI" para si ou para alguma pessoa da família e não tem clareza sobre qual profissional procurar.

Embora todos estes profissionais trabalhem no campo da saúde mental, diferenças importantes podem ser identificadas entre eles. As diferenças se referem à formação profissional, ao modo de compreender o comportamento humano e, consequentemente, aos métodos de intervenção.

O psiquiatra é um médico com especialização em Psiquiatria, isto é, depois de cursar uma faculdade de Medicina, faz residência em instituições de saúde mental, clínicas e hospitais psiquiátricos estudando, especialmente, as doenças mentais e outros comportamentos que fogem à “normalidade”. Desta forma, o médico psiquiatra está mais be…

Tirando cismas: Bicarbonato de Sódio

Imagem
O bicarbonato de sódio é um sal composto de íons de sódio e bicarbonato, fórmula NaHCO3. É um pó fino, branco e cristalino, solúvel em água, que tem um sabor ligeiramente salgado e alcalino, parecido com os refrigerantes (carbonato de sódio).

O bicarbonato de sódio é daquelas substâncias que têm "mil e uma utilidades". Alguns de seus principais usos são:

Na higiene pessoal:

A pasta de dente contendo bicarbonato de sódio mostrou ter um melhor branqueamento e efeito de remoção da placa bacteriana do que pastas de dentes sem esse produto. Algumas limpezas de dentes realizadas por dentistas é feita com água bicarbonatada.

Na cozinha:

Na cozinha, o bicarbonato de sódio é usado principalmente como fermento. O dióxido de carbono liberado provoca a expansão da massa e confere forma e textura características a panquecas, bolos, pães e outros alimentos. O bicarbonato de sódio pode ser usado em conjunto com ácidos, inclusive o fermento convencional, fazendo um produto mais leve e com um…

Síndrome de Capgras

Imagem
A síndrome de Capgras (ou delírio de Capgras) é um distúrbio psiquiátrico raro em que a pessoa afetada sustenta a crença delirante de que um conhecido, normalmente um cônjuge ou outro membro familiar próximo, ou até mesmo seu animal de estimação ou um objeto inanimado, foi substituído por um impostor idêntico. 

O primeiro relato desta condição foi feito em 1923, pelo psiquiatra francês Joseph Capgras.

A causa desta rara condição não é inteiramente conhecida. 

Contudo, existem hipóteses da psicanálise de que a síndrome está ligada ao Complexo de Édipo e da psicodinâmica que indicam que a síndrome de Capgras está ligada a sentimentos reprimidos. 

Contudo, essas hipóteses não são comprovadas.

Muitos estudiosos acham que esta desordem seja resultante de alguma anormalidade orgânica do cérebro. 

Apesar de que a maior parte de pessoas com esta síndrome sejam pacientes psiquiátricos, mais de um terço dos mesmos apresentam sinais de traumatismo craniano, epilepsia, mal de Alzheimer ou outras formas…

Síndrome de Cotard

Imagem
A síndrome de Cotard, também chamada delírio de Cotard, síndrome do cadáver ambulante, delírio niilista ou delírio de negação, é uma condição mental rara em que a pessoa alega não possuir certos órgãos como, por exemplo, os intestinos ou os pulmões ou que eles estão em decomposição. 

Ou mesmo que ela própria como pessoa está morta e não existe, crença que pode se estender a seus familiares, amigos ou ao mundo que a rodeia.

O neurologista francês Jules Cotard identificou o primeiro caso em 1880. Em 1882 ele descreveu o quadro como "Delírio de Negação". Em 1893, Emil Régis conferiu ao distúrbio o nome de Síndrome de Cotard.

A síndrome de Cotard é uma condição psiquiátrica que pode ocorrer durante as psicoses, sobretudo nos quadros depressivos da Psicose Maníaco-Depressiva (atualmente chamada Desordem Bipolar) ou na Esquizofrenia e, portanto, parece ser de natureza psicológica.

No entanto, há a hipótese de que essa realidade distorcida seja causada por um mau funcionamento em uma á…

Hantavirose

Imagem
Hantavírus é um grupo de vírus pertencentes à família Bunyaviridae, que são vírus esféricos, envelopados e medem cerca de 80 a 120 nm (nanômetros ou milimicrons). Algumas cepas de hantavírus causam doenças (hantaviroses), potencialmente fatais em seres humanos.

A doença é assim chamada em virtude de que um primeiro surto foi observado na área do rio Hantan, na Coreia do Sul. O vírus foi isolado no final da década de 1970 por Karl M. Johnson e Ho-Wang Lee e a doença foi finalmente descrita em 1993.

O hantavírus contamina os humanos a partir de roedores, particularmente camundongos. O vírus é encontrado na urina e nas fezes do animal, mas não o faz adoecer. Acredita-se que os seres humanos adoeçam com este vírus após ingerirem algum alimento ou bebida que tenham entrado em contato com a urina dos roedores ou tenham respirado poeiras contaminadas com fezes de camundongos.

O hantavírus parece não se espalhar de humano para humano. Locais fechados, a poeira gerada ao lavrar a terra, limpa…

Bioplastia

Imagem
A bioplastia ou preenchimento cutâneo é uma forma de plástica sem cortes nem cirurgia que consiste num implante minimamente invasivo e que visa remodelar partes do corpo com as quais a pessoa não esteja satisfeita. Ela realiza o preenchimento de partes do corpo com determinadas substâncias, visando melhorar seus contornos e dando a elas um aspecto mais jovem e harmônico. Ela é utilizada em regiões corporais que tenham sido extirpadas por acidentes, sofrido reduções pela idade ou simplesmente por razões estéticas.

O paciente deve ser informado de como o procedimento irá se desenrolar e de suas possibilidades e riscos. A substância polimetilmetacrilato, biocompatível e de permanência indefinida (a bioplastia é uma plástica definitiva), é injetada por meio de uma espécie de agulha (microcânula) dirigida ao local desejado e inserida através de um pequeno orifício na pele. Esse processo é realizado no consultório, sob anestesia local e em uma única sessão. Estando lúcido, o paciente pode …

Tilt teste

Imagem
O teste da mesa de inclinação consiste em um exame em que a pessoa fica deitada numa mesa especial, a qual pode ser inclinada mecanicamente, de forma rápida, para elevar o corpo a uma posição de pé, de cabeça para cima, simulando a passagem da posição deitada para a de ficar de pé num breve espaço de tempo.

O teste da mesa de inclinação é usado para avaliar a causa de desmaios inexplicados (síncopes). O médico pode recomendar o teste da mesa de inclinação para esclarecer episódios repetidos e inexplicados de desmaios. Esse teste também pode ser apropriado para investigar a causa de um desmaio único, se a pessoa vive em situações que a colocam em grande risco ao ter um eventual segundo ataque.

Uma das patologias diagnosticadas pelo exame é a síncope neurocardiogênica ou vasovagal, que é a principal causa de desmaios em pessoas sem doença cardíaca pré-existente e que é, dentre outras formas, desencadeada pelo estresse ortostático, ou seja, pela permanência do indivíduo imobilizado em p…

Síndrome da permeabilidade intestinal

Imagem
O intestino é permeável a certas moléculas que provêm da alimentação e barra outras. Nisso consiste, em grande parte, a chamada absorção intestinal normal. As moléculas absorvidas pelo intestino, depois de passarem por outros processos orgânicos, caem na corrente sanguínea para realizar suas funções específicas. Quando essa permeabilidade se altera, temos a síndrome de permeabilidade intestinal, chamada também de intestino gotejante (“leak gut syndrome”, em inglês) e isso tem diversas repercussões sistêmicas.Toxinas, micróbios, partículas de comida não-digeridas e outras caem na corrente sanguínea e o sistema imune marca estes "invasores" como patógenos e os ataca, gerando várias consequências. Alguns cientistas negam importância a esta síndrome, outros atribuem a ela um grande significado clínico.Essa é uma condição hipotética, mais que uma condição clinicamente reconhecida. A existência dela é afirmada principalmente por nutricionistas e profissionais de medicina alternat…

Indutores da ovulação 

Imagem
A ovulação é o processo natural mediante o qual o corpo da mulher (os ovários) libera o óvulo para que ele possa migrar pelas trompas e, eventualmente, encontrar o espermatozoide e ser fecundado, para gerar uma nova vida.Em mulheres que têm ciclos menstruais regulares de 28 dias, a ovulação acontece entre o 11º e 15º dia antes de cada menstruação, no chamado período fértil da mulher. Se o óvulo for penetrado por um espermatozoide, ocorre a fecundação e isto marca o início da gravidez, mas se o óvulo não for fecundado, alguns dias depois ocorrerá a menstruação, dando início a um novo ciclo menstrual.Indutores de ovulação são medicamentos que induzem quimicamente a ovulação em mulheres que tem ovulação irregular ou que não ovulam naturalmente. Há indutores da ovulação à base de citrato de clomifeno, geralmente indicados para casos mais simples, ou à base de gonadotrofinas, para casos mais complexos. Os medicamentos para indução da ovulação podem ser tomados por via oral ou em injeções i…

Reprodução assistida

Imagem
Denomina-se reprodução assistida a um conjunto de técnicas, utilizadas por médicos especializados, que têm como principal objetivo tentar viabilizar a gestação em mulheres (ou casais) com dificuldades de engravidar. Essas técnicas são usadas principalmente para tratamentos de infertilidade, mas podem também ser empregadas com casais férteis, nos quais se deseja fazer um diagnóstico genético pré-implantação do embrião e naqueles em que haja certas doenças sexualmente transmissíveis, como a AIDS, por exemplo, e que queiram, pois, prescindir do sexo natural. Foi na década de 1970 que médicos britânicos começaram a remover os ovos de mulheres que tinham problemas para engravidar e a fertilizá-los em laboratório. O primeiro bebê de proveta nasceu em 1978.Hoje em dia, a tecnologia de reprodução assistida refere-se a todos os tratamentos que envolvem a manipulação de ovos ou embriões dentro e fora do corpo. Estes procedimentos são geralmente associados com medicamentos que aumentam a fertili…

Inseminação artificial 

Imagem
A inseminação artificial é um método muito antigo de tentar facilitar a gravidez para aqueles casais com dificuldades de conseguir uma gravidez natural e ainda é muito usada com animais.Naturalmente, a inseminação humana se dá através de uma relação sexual em que o homem deposita na vagina da mulher certa porção de espermatozoides, os quais posteriormente atravessam o colo do útero e a luz uterina atingindo as trompas e continuam migrando no interior delas à busca de um óvulo. Se a mulher estiver em período fértil e tiver ovulado recentemente, um óvulo parte no sentido contrário procurando encontrar um espermatozoide e, se ambos se encontram, dá-se a fertilização e a formação de um ovo que, alojando-se no útero, irá gerar um novo ser. Algumas vezes acontece que por defeitos quantitativos ou qualitativos os espermatozoides do parceiro sexual masculino não conseguem cumprir todo esse percurso e a inseminação deles no útero da mulher tem de ser feita por meios artificiais, depois que os …

Fertilização in vitro 

Imagem
Fertilização in vitro é aquela promovida num laboratório, sendo o óvulo resultante posteriormente implantado no útero de uma mulher, para que se desenvolva a gestação.Denomina-se bebê de proveta ao bebê resultante desse método de fecundação. É exatamente o fato de que a fertilização seja realizada em laboratório que confere ao produto dela a denominação de bebê de proveta. O primeiro bebê de proveta do mundo nasceu em 1978 e o primeiro do Brasil em 1984.Deve-se tentar uma fertilização in vitro quando não há possibilidade de uma fertilização e nidação (estabelecimento do embrião no útero) naturais, como ocorre no bloqueio das trompas de Falópio, por exemplo, em que há dificuldade da chegada dos espermatozoides até o óvulo. Também pode-se tentar o método se o homem tem um número reduzido de espermatozoides ou se a mobilidade deles é deficiente ou nula, impossibilitando-os de penetrar no óvulo e fecundá-lo. Outra situação em que o tratamento é indicado é em casos de casais homossexuais m…

Infertilidade feminina 

Imagem
O desejo de ter filhos existe de uma maneira ingente em praticamente todas as pessoas e ultrapassa a deliberação consciente de cada pessoa. Muitos casais engravidam “sem querer”, tanto fora quanto dentro do casamento. Reproduzir-se é um mandato da natureza e não uma mera decorrência da sexualidade.As pessoas, homens ou mulheres, que não têm filhos, constituem raras exceções, e sabe-se lá a que preço. Mesmo casais homossexuais, embora satisfeitos em seus desejos libidinais, anseiam por um filho e procuram obtê-lo, ainda que por adoção.
Quando a reprodução natural encontra obstáculos por motivos orgânicos, geralmente as pessoas buscam fazê-la viável ou realizá-la por outros meios, a despeito dos grandes sofrimentos e gastos econômicos que isso implique. Não ter filhos é, para quase todas pessoas, principalmente para as mulheres, motivo de infelicidade e depressão.Infertilidade é a dificuldade, mas não a impossibilidade total, de uma pessoa, homem ou mulher, em se reproduzir. Esterilidade…

Dissecção de Aorta

Imagem
A dissecção da aorta é um descolamento das camadas desse vaso que é a maior artéria do corpo, fazendo com que o sangue circule entre elas, forçando-as, enquanto o revestimento externo permanece intacto. Assim, se origina um novo canal dentro da parede aórtica, pelo qual o sangue também passa a circular. A dissecção da aorta é sempre uma emergência médica e pode por consequência levar à morte rapidamente, mesmo com um tratamento adequado, seja por um rompimento catastrófico ou por embolização da artéria. Em geral, a dissecção da aorta é um fenômeno agudo, mas também pode manifestar-se de maneira crônica.A causa da maioria das dissecções aórticas é a deterioração da parede arterial, geralmente causada pela hipertensão arterial, contada em mais de 75% das pessoas que sofrem esse problema. Outras causas incluem doenças hereditárias do tecido conectivo, anomalias cardiovasculares congênitas, persistência do canal arterial, defeitos da válvula aórtica, arteriosclerose e lesões traumáticas.…

Antibióticos: use, mas não abuse!

Imagem
Antibióticos (do grego: anti = contra + biotikos = seres vivos) são substâncias naturais, sintéticas ou semissintéticas, capazes de combater uma infecção causada por microrganismos. O termo antibiótico tem sido utilizado de modo mais restrito para indicar substâncias que afetam as bactérias, mas que não destroem outros organismos, como vírus, fungos, protozoários ou helmintos.Atuam alterando mecanismos vitais desses microrganismos, matando-os ou impedindo a reprodução deles. Os antibióticos alterados em laboratórios visam evitar resistências bacterianas e diminuir seus efeitos colaterais. Ao mesmo tempo procuram atingir cada vez mais as cepas de bactérias que tenham mostrado resistência aos antibióticos anteriores.Alexandre Fleming (na foto acima) foi o descobridor do primeiro antibiótico, a penicilina, no final da década de 20 do século XX.Nem todos os antibióticos agem igualmente contra todas as bactérias. Idealmente, o uso deles deve ser precedido de um antibiograma que indica a s…